Amor Profano | foto: Priscila Prade
Amor Profano | foto: Priscila Prade

Os limites entre a fé, a religião e o amor entram em discussão em Amor Profano, peça escrita pelo dramaturgo israelense Motti Lerner, retorna a São Paulo quase um ano após sua primeira temporada no Teatro Vivo, na Berrini, zona sul da capital.

Contando a trajetória de Hanna e Zsvi, interpretados por Vivianne Pasmanter e Marcelo Airoldi respectivamente, o espetáculo retrata o reencontro de um casal após um traumático divórcio há 20 anos, quando Zsvi decide abandonar a aldeia e a cultura judaica tradicional para viver uma vida mundana.

Sob a direção de Einat Falbel, Amor Profano cumpre curta temporada de 05 a 28 de julho, de sexta a domingo, no Teatro Raul Cortez, na Bela Vista. Os ingressos, já à venda, custam de R$ 20,00 (meia) a R$ 60,00 (inteira).