Vem Buscar-me que Ainda sou Teu | Foto: Gabriel Rocha
Vem Buscar-me que Ainda sou Teu | Foto: Gabriel Rocha

Um dos grandes clássicos da dramaturgia nacional, o drama circense Vem Buscar-me que Ainda sou Teu, de Carlos Alberto Soffredini, reestreia hoje, 04, no Teatro Arthur de Azevedo, na Mooca, zona leste da capital para curtíssima temporada a preços populares.

Sob a direção de Renata Soffredini, o espetáculo narra a trajetória da companhia de circo-teatro dirigida pela Mãezinha Aleluia Simões em uma pequena cidade brasileira. Lutando bravamente pela sobrevivência de seu negócio e seus empregados na lona que herdou de seu pai, a matriarca precisará lidar com a chegada da rica Cancionina Song e a partida do sedutor Lologigo, o que causa inveja na ambiciosa Amanda, objeto de paixão de Campônio, filho de Mãeziha.

Composto por três músicos e oito atores, o elenco é formado por Bete Dorgam, Ian Soffredini, Yael Pecarovitch, Clovys Torres, Luiza Albuquerques, Fernando Nitsch, Laura La Padula e Tito Soffredini. Já a banda é formada por Betinho Sodré (Percussão), Luis Aranha (Violão) e Tauan Ribeiro (Acordeon).

O espetáculo fica em cartaz até o dia 27 de outubro, de sexta-feira a domingo, com sessões às 19h (sextas e sábados) e às 17h (domingos). Os ingressos custam de R$ 10,00 (meia) a R$ 20,00 (inteira).