A Filha da Mãe | Foto: Diogo Nazaré
A Filha da Mãe | Foto: Diogo Nazaré

Estrelado por Joana Dória,sob dramaturgia e direção de Lívia Piccolo, o solo A Filha da Mãe, sobre as relações modernas da maternidade e como ela se desenvolve, reestreia a partir de 01 de novembro, sexta-feira, no Teatro de Arena Eugênio Kusnet, na República, zona central da capital.

Na obra, Dória narra a trajetória de uma mãe em três diferentes estágios de sua vida: o parto e os primeiros dias de maternidade, a morte de sua própria mãe e o aniversário de 30 anos da filha já adulta. Ao longo das três passagens, o texto alterna linguagens, passando da fluidez da palavra, passando pelo drama letárgico e chegando a leitura de cartas escritas pela mãe para a filha.

Buscando discutir a maternidade através de pilares como o feminismo, a morte, o patriarcado e o aborto, A Filha da Mãe conta com uma ficha técnica exclusivamente feminina. Estreando na direção, Livia Piccolo divide a encenação com Joana Dória. A luz é assinada por Sofia Boito. Os figurinos são assinados por Piccolo, Dória e Luiza Simões, que também assina a assistência de direção.

A peça fica em cartaz até o dia 01 de dezembro, de sexta-feira a domingo, com sessões às 21h (sextas-feiras) e às 19h (sábados e domingos). Os ingressos custam de R$ 15,00 (meia) a R$ 30,0 (inteira).