Eu de Você - Foto: Divulgacao
Eu de Você - Foto: Divulgacao

Atriz com rara empatia com o público, Denise Fraga construiu sua carreira teatral baseada no discurso direto com a plateia. Fosse em comédias como a seminal Trair e Coçar, é só Começar, fosse em épicos como Galileu Galilei ou em dramas como A Visita da Velha Senhora, a atriz sempre teve a figura do espectador como mote principal para seu ofício.

É sintomático, portanto, que a atriz decida levar essa figura diretamente para a cena. Em Eu de Você, em cartaz no Teatro Vivo desde 19 de setembro, Fraga encena um bordado de depoimentos colhidos da plateia por meio das redes sociais, e vai ao âmago de sua profissão em espetáculo em que não apenas presta um tributo ao teatro, como também celebra a presença do público.

Tendo como fio condutor a história de uma mulher que precisa lidar com um cotidiano tedioso e repetitivo, o espetáculo leva fraga a explorar as mais diferentes funções de seu ofício. Seja na figura de uma maestrina regendo o coro de sua plateia, seja na figura íntima de uma mulher que precisa vencer os abusos de um companheiro tóxico, Fraga trafega com insuspeita naturalidade pelas histórias costuradas com maestria por Rafael Gomes, Luiz Villaça e pela própria atriz que, em cena, não nega as influências ao longo de sua carreira.

Vem de um quase debute no teatro musical, no papel-título do espetáculo Victor ou Victoria, o preparo vocal da intérprete que se prova boa cantora capaz de emocionar ao som de Iolanda (Chico Buarque e Pablo Milanés) e divertir ao irmanar Pintura Íntima (Paula Toller – Leoni) e Fogo e Paixão (Wando) em medley que, antes, já havia feito lembrar sua parceria com Fauzi Arap, em brejeira interpretação de É o Amor (Zezé Di Camargo).

Com empatia, a atriz pede a licença para interpretar a história de uma mulher negra, e brinca com os limites do besteirol absurdo quando narra, com certo sarcasmo, a hilária história do rapaz que se apaixonou pelo próprio assaltante, que culmina em relato terno sem prejuízo cênico.

A excelente direção de Luiz Villaça e a boa direção musical de Fernanda Maia colaboram para o crescimento do espetáculo que, ao longo de pouco mais de uma hora e meia, injetam um ritmo invejável, fazendo de Eu de Você um espetáculo montado na cadência de boas histórias que jamais resultam cansativas.

Mulher faça o vento que fizer, Denise Fraga confia no teatro neste que já se impôs como um dos melhores espetáculos do ano, muito por sua simplicidade, muito, e principalmente, pela crença obstinada da atriz no público e no ofício que a faz compartilhar sons e silêncios com a plateia há mais de 30 anos.

SERVIÇO:

Data: 19 de setembro a 15 de dezembro (sexta a domingo)

Local: Teatro Vivo – São Paulo (SP)

Endereço: Av. Dr. Chucri Zaidan – Morumbi

Horário: 20h (sextas); 21h (sábados); 19h (domingos)

Preço do ingresso: R$ 25,00 (meia) a R$ 50,00 (inteira) as sextas-feiras e R$ 35,00 (meia) a R$ 70,00 (inteira) aos sábados e domingos.