Sala projetada pelo arquiteto Isay Weinfeld | Foto: Diulgação
Sala projetada pelo arquiteto Isay Weinfeld | Foto: Diulgação

Anunciado em 2017, o teatro localizado dentro do edifício Santos Augusta, na Cerqueira César, abrirá suas portas no próximo dia 22 de agosto, quinta-feira, com a estreia de Lazarus, espetáculo de David Bowie que ganhará sua primeira montagem brasileira pelas mãos do diretor e encenador Felipe Hirsch.

Com os name rights vendidos para a rede de planos de saúde Unimed,o espaço passa a se chamar Teatro Unimed, e contará com a curadoria da diretora e cineasta Monique Gardenberg junto a sua produtora Dueto, que receberá uma programação variada, ampliando seu leque para espetáculos de dança, shows e peças adultas.

“A Dueto Produções está estudando vários modelos de negócios para viabilizar espetáculos que estejam de acordo com o objetivo do Teatro, que é oferecer uma programação de excelência para a cidade de São Paulo. Nenhum tipo de formato está descartado, até porque faz parte do DNA da Dueto fugir do mainstream. Nosso propósito é proporcionar uma programação variada, que vá além das artes cênicas e abrace os diversos segmentos da cultura”, declarou a empresa em comunicado a reportagem.

Por hora, contudo, não há confirmação sobre a possibilidade de um horário destinado a programação de espetáculos voltados ao público infantil. Com capacidade para 230 lugares, o espaço ficará localizado entre o 1º e o 3º pavimentos do Santos Augusta, edifício encravado na esquina da Rua Augusta com Alameda Santos e conta com a assinatura do arquiteto e cenógrafo Isay Weinfeld.

O aporte para a inauguração do teatro gira em torno de R$ 30 milhões, divididos entre a desenvolvedora imobiliária REUD e a Unimed, que nomeará o espaço, inicialmente, até o ano de 2025.