O Homem Falho | Foto: Guto Garrote
O Homem Falho | Foto: Guto Garrote

Diretor teatral que construiu fulgurante carreira no cenário teatral paulistano, Márcio Macena tem encontrado dificuldade em divulgar O Homem Fal(H)o, novo espetáculo em que assina a direção e que tem estreia agendada para o dia 02 de outubro, quarta-feira, em São Paulo.

Acontece que o cartaz do espetáculo, uma foto do corpo do ator e dramaturgo Gabriel Pernambuco, clicada por Guto Garrote, tem sido deletada das redes sociais tanto do espetáculo quanto dos perfis pessoais do ator e do diretor. “Tá bem difícil tudo isso. O cartaz do nosso espetáculo foi tirado do ar ontem pelo instagram depois de minutos de postado. Hoje postei nesse meu perfil, durou uma hora e meia, e foi censurado também. Mas não vamos nos intimidar nem desistir…”, escreveu o diretor em seu perfil oficial do Instagram.

No cartaz (abaixo), a foto é um click da pélvis até o pescoço do ator, “sem nenhum milímetro de genitália”, completou Macena. A reportagem, o Instagram enviou um comunicado no qual apenas salientou “todas as fotos que violam as diretrizes da comunidade são analisadas e apagadas”.

O Homem Fal(H)o narra a trajetória de um documentarista com fobia social que, em meio ao caos da segunda maior zona de prostituição da Ásia, se vê confrontado com suas crenças e passa a rever os conceitos de feminino e masculino para poder acertar as contas com as mulheres que amou.

O espetáculo cumprirá temporada de 02 de outubro a 11 de dezembro, todas as quartas-feiras, sempre às 21h. Os ingressos custam de R$ 30,00 (meia) a R$ 60,00 (inteira).

Cartaz da peça O Homem Falho