Barrela | Foto: Cristina Jatobá
Barrela | Foto: Cristina Jatobá

O diretor e produtor Mário Bortolotto decidiu prorrogar, até dia 22 de dezembro, a temporada de sua encenação de Barrela, icônico texto seminal do dramaturgo santista Plínio Marcos, inspirado na história de um garoto preso e abusado na cela da cadeia.

Dirigido pelo próprio Bortolotto, o elenco é formado por Walter Figueiredo, Marcos Gomes, Nelson Peres, Paulo Jordão (Rodrigo Cordeiro), André Ceccato, Marcos Amaral, Daniel Sato e Alexandre Tigano, além do próprio diretor.

O espetáculo fica em cartaz no Teatro Cemitério de Automóveis, na Consolação, com sessões de sexta-feira a domingo, às 21h (sextas e sábados) e às 20h (domingos). Os ingressos custam de R$ 20,00 (meia) a R$ 40,00 (inteira).