A Valsa de Lili | Foto: Joao Caldas
A Valsa de Lili | Foto: Joao Caldas

A atriz Debora Duboc enfrentará, a partir de 15 de agosto, um novo desafio em cena. Em A Valsa de Lili, a atriz dá vida a uma mulher que, desde os dois anos, tem apenas os movimentos do pescoço graças a poliomielite, uma doença que restringe os movimentos corporais.

Tomando como base o livro Pulmão de Aço, de Eliana Zagui, o espetáculo, com texto de Aimar Labaki e direção de Debora Dubois, estreia no dia 15 de agosto, quinta-feira, no Auditório do Sesc Ipiranga, zona sul de São Paulo, onde fica em cartaz até o dia 01 de setembro, domingo.

Com sessões às 21h30 (quintas e sextas), 19h30 (sábados) e 18h30 (domingos), o espetáculo cumpre temporada de quinta-feira a domingo, com ingressos de R$ 10,00 (meia) a R$ 20,00 (inteira). Credenciados na rede Sesc pagam apenas R$ 6,00.